Notícias

Portugueses não sabem quais as alterações ao Código de Estrada

Quando questionados sobre as mais recentes alterações introduzidas ao Código de Estrada, 97 por cento dos portugueses encartados erram mais de metade das respostas, revela estudo da GfK desenvolvido para a Direct com o objetivo de analisar o conhecimento sobre as novas regras de condução, em vigor desde o início do ano.

Apesar de a maioria dos portugueses encartados (92 por cento) dizer ter conhecimento das alterações feitas ao Código de Estrada, muito poucos são os que passariam num exame de código, o que levou a Direct a alertar os condutores através de uma campanha de sensibilização junto de clientes.

Dos que dizem saber que existiram mudanças, apenas 0,1 por cento respondeu corretamente ao indicar que a taxa de álcool permitida para profissionais e recém-encartados passou para 0,19g/l. A acrescentar, apenas 12 por cento sabe que o limite de velocidade em zonas residenciais passou para 20Km/hora.

Mais popular é a alteração na circulação nas rotundas, com 85 por cento dos inquiridos que tiveram conhecimento da mudança a responder corretamente, mas com apenas 1 por cento a saber dizer que a nova regra não se aplica a veículos pesados, bicicletas e carroças/animais.

O mesmo não se pode dizer em relação à alteração do tipo de testes feitos ao condutor em caso de acidente. Apenas 38 por cento tem conhecimento desta mudança, e destes, somente 21 por cento respondeu corretamente ao identificar como obrigatório o despiste ao consumo de drogas, para além do habitual teste do álcool.

Quando questionados sobre as alterações nas regras de transporte de crianças, apenas 12 por cento dos inquiridos sabe que os menores de 12 anos, com mais de 135cm, podem deixar de usar banco elevatório.

Desconhecido ainda é que o novo estatuto dos ciclistas, com apenas 12 por cento a saber responder que as bicicletas passaram a ter estatuto idêntico aos automóveis. 39 por cento também não sabe que passou a ser proibido o uso de auriculares duplos (phones) durante a condução.

O desconhecimento dos portugueses às alterações ao Código de Estrada, refletido neste estudo, levou a Direct a criar uma campanha de sensibilização que alerta para as mudanças existentes. A infografia com as principais alterações será enviada para os 110 mil clientes e disponibilizada no site da companhia (www.segurodirecto.pt). Esta iniciativa reflete o novo posicionamento da seguradora ao utilizar uma linguagem acessível a todos, com enfoque na participação no dia-a-dia das pessoas.

Sandra Moás, diretora-coordenadora da Direct, considera que “por norma, as pessoas têm uma vida muito preenchida o que torna difícil a retenção de toda a informação que recebem. Daí os portugueses saberem que existem alterações ao código de estrada, mas não saberem identificá-las corretamente, como demonstra este estudo.

Com a criação desta campanha queremos divulgar informação útil na vida dos nossos clientes, de forma simples, sem restringir o contato ao momento em que contrato é assinado ou quando o cliente tem o azar de ter um sinistro.”

O estudo foi realizado pela GfK para a Direct, entre os dias 9 de abril e 2 e maio de 2014, através da realização de 1200 entrevistas, num universo constituído pela população portuguesa condutora regular de viatura automóvel.

Descarregar a nota de imprensa em PDF
Subscreva as notícias por RSS

Contacte-nos através da agência de comunicação, a LPM- The House of PR:


Patrícia Soares: patriciasoares@lpmcom.pt
Carla Bulhões: carlabulhoes@lpmcom.pt

Sugestões

Ajude-nos melhorar e envie-nos a sua sugestão. Pode fazê-lo através do formulário de contacto, porque afinal a sua satisfação está em primeiro lugar!

Propostas e patrocínios

Se pretende apresentar-nos uma proposta de publicidade ou patrocínio, utilize o e-mail marketingpublicidade@segurodirecto.pt. Prometemos analisar a sua proposta e entraremos em contacto consigo caso seja selecionada.

Partilhar esta página :

  •  
  •  
  •  

A Direct utiliza cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência de navegação e oferecer-lhe conteúdos e publicidade do seu interesse. Ao continuar a navegar no nosso site assumimos que aceita a nossa política de cookies.